sexta-feira, 5 de setembro de 2014

“Milicos de pijama” marcham com Marina


O Clube Militar, que reúne os oficiais aposentados que apoiaram o golpe de 1964, divulgou nesta sexta-feira (5) um texto em apoio à presidenciável Marina Silva. Intitulado “Um fio de esperança”, ele afirma que a ex-senadora “incorporou o desejo vago de mudanças que levou o povo às ruas em junho do ano passado”. Para os “milicos de pijama”, como são chamados os oficiais saudosos da ditadura, Marina Silva é a única capaz de derrotar o “lulopetismo” — termo bastante usado pelos “calunistas” da mídia oposicionista. O objetivo maior do apoio explícito é o de que a presidenciável-carona do PSB “interrompa a malfadada corruptocracia instalada no poder pelo lulopetismo”.

Golpista e aventureiro, o Clube Militar nem se importa com o futuro do Brasil num almejado governo Marina Silva. O texto afirma: “Que tipo de mudança, isso já é outro problema... Uma excelente candidata não será, necessariamente, uma excelente presidente”. Ele também qualifica a candidata como uma “figura messiânica”, que prega uma “nova política misteriosa”. Assinado pelo general Clovis Bandeira, editor de opinião da entidade fascistóide, o artigo insiste que o objetivo é derrotar “a corruptocracia instalada no poder pelo lulopetismo... Como está não pode continuar. Há expectativa de que novos rumos e novos governantes tragam melhores dias e maior esperança para os eleitores desiludidos”.

Marina Silva ainda não se pronunciou sobre o empolgado apoio. Curiosamente, porém, ela já havia dado uma sinalização positiva aos saudosos da ditadura. Segundo uma notinha publicada na Folha, a presidenciável promoveu um novo recuo nas suas posições. “Mais uma para a lista dos vaivéns de Marina. A candidata, que agora se diz contra a revisão da Lei da Anistia, pensava o contrário antes de disputar a Presidência. Ela defendia a punição de militares acusados de torturar na ditadura... Em 2008, Marina escreveu em artigo na Folha: ‘A tortura é crime hediondo, não é ato político nem contingência histórica. Não lhe cabe o manto da Lei da Anistia’. Ontem, em sabatina no portal G1, declarou que é contra rever a lei”.

Os golpistas do Clube Militar devem ter adorado o novo recuo — que já esta virando rotina! Marina Silva realmente é “um fio de esperança” para os “milicos de pijama”!

Altamiro Borges


2 comentários:

die with your mask on disse...

Que blog! Obrigada, Saraiva!

SARAIVA13 disse...

Sou eu quem agradece o seu comentário e sua visita ao blog.
Tenha uma ótima tarde de domingo.
Abraços,
Saraiva