quinta-feira, 17 de julho de 2014

ESPECULADORES USAM PESQUISA ELEITORAL PARA GANHAR RIOS DE DINHEIRO NA BOLSA DE VALORES


Há uma visível e forte associação criminosa, na tentativa de ganhar dinheiro na BOLSA DE VALORES, espalhando BOATOS de que as intenções de voto na presidente Dilma caíram ou subiram, e isso tem grande influência nas AÇÕES de empresas ESTATAIS principalmente.

Como os especuladores, agiotas e seus prepostos, desejam fortemente que Dilma Rousseff perca, preferencialmente eles "VENDEM" a versão de que na próxima pesquisa ela vai cair na intenção de votos. O efeito MANADA então atua comprando e valorizando as ações, os ESPECULADORES vendem e ganham rios de dinheiro. Passada a PESQUISA ou o conjunto delas, os especuladores esperam que o cenário REAL de influência atue sobra as ações, e quando elas caem, eles recompram por preços abaixo do que venderam, novamente ganhando rios de dinheiro. E o ciclo se repete, como tem sido costume desde março, quando teve um incremento considerável essa manobra especulativa de relacionar PESQUISA ELEITORAL com BOLSA DE VALORES, e que infelizmente recebe em boa parte da MÍDIA, um apoio de divulgação considerável.
=======================================================================

A vontade de enganar quando o interesse financeiro é o objetivo dos enganadores

Atualmente, os resultados das pesquisas, quando anunciados pela grande mídia, alardeiam a preocupação de que a presidente Dilma Rousseff está caindo. O Jornal do Brasil buscou os resultados das pesquisas referentes às eleições de 2010. Vejamos: na primeira, realizada em 26 de julho, logo após a oficialização das candidaturas de José Serra e Dilma Rousseff, o tucano aparece com 37% das intenções de voto, contra 36% de Dilma. O levantamento foi feito entre 20 e 22 de julho, com margem de erro do total da mostra de dois pontos percentuais. 
Hoje, os candidatos de oposição juntos não atingem o número de Dilma. Como podemos observar, a vontade de destruir a candidatura petista se envolve com o objetivo de lucros financeiros fundamentalmente nas bolsas de valores. 
Os próprios noticiários ressaltam: 'quando Dilma cai, a bolsa sobe'. Mas as manchetes sempre são: "Dilma caiu estupidamente". E como encontramos nos registros da última eleição presidencial, exatamente na mesma data de hoje (16 de julho), o candidato de oposição tinha um ponto na frente de Dilma.
Começa a mudar o cenário a favor da candidata do PT no final de julho, quando Dilma Rousseff e José Serra apareciam nos estudos empatados. No entanto, havia uma ligeira vantagem para Dilma, com 46%, seguida de Serra, com 45%. Já em 16 de agosto, a candidata petista fica a três pontos de uma vitória no primeiro turno. A ex-ministra passa a ter 41% contra 33% do tucano. Então, até o presente momento nada é valido no noticiário, tudo é ficção ou vontade de ganhar dinheiro.

Um comentário:

marcosreis aurelio disse...

PIOR QUE ELES levam vantagem em tudo, se Dilma SOBE a petrobras perde nas açoes se Dilma desce a petrobras ganha nas açoes e eles vao enchendo o bolso de dinheiro com boados. UMA BOLSA QUE VIVE DE BOATOS É UMA BOLSA TRAMBIQUEIRA MANIPULADA POR AGIOTEIROS DE 5A CATEGORIA.