domingo, 9 de novembro de 2014

RICAÇO$ DEIXAM O BRASIL PELOS AEROPORTOS DE CLÁUDIO E MONTEZUMA - VOO 171-45 PARA MIAMI

RICAÇOS DIZEM QUE ESTÃO INDO EMBORA - BOA VIAGEM

Não sei se são herdeiros, ou se conseguiram o que possuem com o próprio trabalho. De toda sorte, foi aqui no Brasil, e em boa parte nos últimos 12 anos que conseguiram a RIQUEZA que lhes permite ir embora, no momento em que a situação para ganhar dinheiro não é tão boa. O Brasil é um país livre, democrático, onde pessoas desimpedidas podem entrar e sair a hora que desejarem. Ter sonho de enriquecer e viver em MIAMI é um direito legítimo.

Hipócrita, falso e covarde, é associar essa "mudança" ao fato de Aécio Neves perder a eleição, e de Dilma ter sido a vencedora  reeleita. Aí a coisa destoa para a apelação rasteira e para uma farsa mal montada.

QUER IR VÁ ! BOA SORTE POR LÁ ! Espero sinceramente que não falte água em seu condomínio de luxo, nem que uma panela de pressão transformada em BOMBA exploda no seu caminho. Sejam felizes e saibam que para os 99,9999999% que por aqui ficam, VOCÊS NÃO FARÃO FALTA. Se e quando desejarem voltar, tenham a certeza de que o país estará melhor, e os receberá de braços abertos como sempre fez com todos que para vieram ou voltaram. O BRASIL é muito maior e muito mais bonito do que um momento difícil que não possa ser enfrentado sem FUGA e sem APRESENTAÇÃO DE MOTIVAÇÃO FALSA.

UM ALERTA PARA TODOS OS QUE PENSAM QUE OS EUA É O PARAÍSO !
Nos Estados Unidos, tem arrastão em SHOPPING, tem assalto em LOJA DE CONVENIÊNCIAS, e SONEGAR dá cadeia. Pode até ser um "paraíso", mas não de SEGURANÇA e FISCAL.

Após eleição, descontentes da classe alta 'desistem do Brasil' rumo a Miami

09/11/2014 


A designer Malu Guerra, 48, seu marido, o consultor José Arnaldo Navarro, 52, e os filhos, Caio, 9, e Isadora, 7, começaram a se despedir do Brasil. Os móveis do apartamento nos Jardins, zona nobre de SP, foram empacotados na segunda passada. O destino é Weston, subúrbio chique de Miami, onde vão morar a partir de 15 de dezembro.
O casal é parte de um contingente de brasileiros de classe média e alta que, decepcionados com os rumos da política e da economia, estão indo embora ou planejam deixar o país no futuro próximo. "O resultado da eleição presidencial confirmou a minha opção", afirma a empresária à repórter Eliane Trindade.

UMA OUTRA REALIDADE
Para Caru Guariento, 45, assistente de direção, nada se compara a São Paulo. Mais do que desistir do Brasil, ela cansou da megalópole. "Cheguei a pensar em mudar de Estado, mas optei pelo Chile." Programa desembarcar de mala e cuia em Santiago, capital chilena, com a filha de 10 anos, daqui a um ano. "Quero uma vida mais simples, com custo menor."
O combustível da mudança não foi a decepção eleitoral. "Votei no Aécio, mas espero que a Dilma consiga resolver os problemas do Brasil." O empurrão final veio com a crise hídrica sob administração do tucano Geraldo Alckmin. "O estopim da falta de água só veio confirmar o quão despreparada São Paulo está. Falta também planejamento em urbanismo e mobilidade, e não é de hoje."


Um comentário:

Artmanha Carvalho disse...

Para um ex-juiz teu vocabulário é podre! Você não pode falar por mim, quando alguns empresários vão embora me fará falta sim e para muitos fará falta sim !!! Precisamos de pessoas empreendedoras que saibam fazer as coisas darem certo e acontecerem de verdade e não apenas de sonhadores e podres que não conseguem produzir nada. Juiz coxinha, não libere o comentário, faça isso mesmo, exerça sua moral injusta. Sua censura ignorante.