quinta-feira, 3 de julho de 2014

Dilma cresce 4 pontos, Aécio e Campos, empacam e 76% não aprovaram as ofensas feitas à presidente Dilma



Pesquisa Datafolha divulgada na noite desta quarta-feira (2) pelo jornal "Folha de S.Paulo" mostra  que a presidente Dilma  tem 38% das intenções de voto, cresceu 4 pontos.  Aécio Neves (PSDB-MG) aparece com 20% das intenções de voto e Eduardo Campos (PSB), com 9%. No levantamento anterior do Datafolha, realizado no início de junho, Dilma tinha 34% das intenções de voto, Aécio, 19%, e Campos, 7%.
O percentual de entrevistados que disseram não saber em quem votar ou que não responderam passou de 13% para 11% entre a pesquisa de junho e a deste mês. Brancos e nulos eram 17% e agora são 13%.O quarto colocado, pastor Everaldo (PSC), se manteve com 4% das intenções de voto, mesmo índice da pesquisa de junho.

Dilma ganha em todas as regiões do País
 Nas simulações de segundo turno, Dilma vence tanto o senador Aécio Neves (PSDB) quanto o ex-governador Eduardo Campos (PSB).Contra Aécio Neves, o resultado seria 46% a 39%. Contra o Eduardo Campos, 48% a 35%.

Dilma lidera nas cinco regiões. No Nordeste, obtém seu melhor desempenho, 55% das intenções de voto, sete pontos a mais do que na pesquisa anterior. Já no Sudeste, a área mais populosa do país, tem 28%, situação de empate técnico com Aécio.

 No grupo dos que vivem em famílias com renda de até dois salários mínimos, ela tem 45%. Na faixa intermediária dos que recebem acima de cinco e abaixo de dez salários, alcança 26%
Os xingamentos

A pesquisa também perguntou sobre as vaias que a presidente Dilma Rousseff recebeu na abertura do Mundial, na Arena Itaquerão, no último dia 12 de junho. Para 76%, os torcedores que xingaram a presidente agiram mal. Outros 17% acreditam que a ação foi correta. Por fim, os entrevistados responderam sobre os protestos durante a Copa do Mundo e 65% creem que as manifestações são uma vergonha para o País.
A aprovação do governo Dilma Rousseff, índice de eleitores que o consideram ótimo ou bom, é de 35%, segundo a  pesquisa. Entre os eleitores de Eduardo Campos, 69% desaprovam os xingamentos. Entre os eleitores de Aécio Neves, 72% desaprovam os xingamentos a Dilma

Embora a Folha não tenha divulgado, uma nota de Mauro Paulino, o diretor do Datafolha, publicada hoje na Folha, diz que, na intenção de voto espontânea, Dilma ganha seis pontos percentuais e alcança uma taxa de apoio que há um ano não conseguia. Ampla maioria, aliás, condena os xingamentos recebidos pela petista na abertura da Copa

O índice de favoráveis à Copa no país subiu a 63%
Para 65%, os protestos contra Copa dão vergonha
E, para 60%, dão orgulho sediar a Copa do mundo

Expectativas

A pesquisa Datafolha também perguntou aos entrevistados quais são suas expectativas para o futuro da economia do País. Do total, 30% estão otimistas e acreditam que a situação econômica vai melhorar, ante 26% do mês anterior. Outros 36% (32% em junho) disseram que a economia vai se manter como está e 29% acham que vai piorar, contra 36% do último levantamento.

A pesquisa ouviu 2.857 eleitores em 177 municípios entre os dias 1º e 2 de julho.A pesquisa tem margem de erro de 2 pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00194/2014.

Um comentário:

Carla Damasceno disse...

Dilma 2014, sem 2º turno, só alegria para o Brasil!